Comida de rua se espalha por São Paulo

Butantan Food Park

Butantan Food Park

A comida de rua está se espalhando por São Paulo. A cada dia surgem mais food trucks nas ruas. Antes da regulamentação pela Prefeitura, que ocorreu em maio de 2014, só podiam circular pipoqueiros e carrinhos de cachorro quente. Agora, tem de tudo – massas, crepes, cozinha brasileira, café, polenta, sanduíches, hambúrgueres (muitos), sorvetes, brigadeiros e outros. Vou comentar aqui dois que provei no Butantan Food Park, onde fui para conferir de perto, entender como funciona e entrevistar gente que vende comida sobre rodas para a matéria que saiu hoje no jornal DCI, em um caderno especial sobre empreendedorismo e pode ser lida aqui. A matéria é para quem deseja ter um carro de comida de rua na Cidade:

http://www.dci.com.br/especial/parada-para-a-refeicao-id442588.html

 

Polenta e café

Agora, um pouco da experiência, digamos, gastronômica.

La Polenta

La Polenta

Escolhi comprar meu almoço no food truck La Polenta, que ostenta a inscrição “Comida de verdade” grafada no caminhão. A polenta é servida com ragu de carne, linguiça ou cogumelos. O prato custa R$ 15. É gostosa e satisfaz para um almoço, se você não estiver morrendo de fome. Por um refrigerante, paga-se mais R$ 5.

Pulei a sobremesa e fui direto para o café do Black’n Load Food Truck. O carro está nas ruas há apenas dois meses. Comandado pelos sócios Hiram Moyano e Gabriel Peres Malta, que aprenderam a gostar e a fazer café no tempo em que trabalharam no Coffee Lab, de Isabela Raposeiras, o truck serve café de todo tipo. O dia estava quente, então resolvi experimentar o coffee shake, que leva, além do café, sorvete,  chantilly e um “ingrediente secreto”, que os donos teimam em não contar. Hiram brinca que é “amor”. Mas Gabriel vai preparando a bebida na minha frente e não diz nada. Não o vejo colocar nada de suspeito, então decido acreditar que é amor mesmo e pago os R$ 9. Um pouco caro para um copo de café vendido – praticamente – na rua. Mas vamos lá. É bem gostoso, não é doce demais e extremamente cremoso.

Cofee shake do Black’n Load Food Truck

Coffee shake do Black’n Load Food Truck

O Butantan Food Park  fica na rua Agostinho Cantu, 47, no Butantã. Funciona de segunda a quarta, das 11h às 16h; de quinta a sábado, das 11h às 22h. E aos domingos, das 12h às 19h.

Detalhe: não tem estacionamento próprio. Quem vai de carro ou para na rua, quando há vagas, ou em estacionamentos próximos ao local.  Quem puder, prefira ir de bicicleta, porque as bikes podem parar lá dentro em local reservado.

https://www.facebook.com/ButantanFoodPark

 

Comédia sobre comida de rua

A comédia Chef, estrelada e dirigida por Jon Favreau, mostra uma trajetória bem verossímil de alguém que entra no ramo do food truck. Robert Downey Jr. faz uma ponta. E ainda aparecem em cena Dustin Hoffman, Scarlett Johansson e Sofía Vergara. O cozinheiro em questão sai de um badalado restaurante em Los Angeles, reforma um caminhão e vai vender comida na rua.

 

A comédia Chef, com Jon Favreau.

A comédia Chef, com Jon Favreau.

Empréstimos para começar o negócio

Se alguém gostou do tema e pensa em começar um negócio, uma dica: o Banco do Povo Paulista concede financiamentos a pequenos empresários que queiram começar um negócio, comprar equipamentos ou ampliar. A vantagem é a burocracia menor e os juros baixos, de 0,35% ao mês. O diretor executivo da entidade, Antônio Mendonça, relata que a área de alimentos é aquela que mais tem solicitado empréstimos nos últimos anos. “O dinheiro vai para a criação de barracas, quiosques, carrinhos de cachorro quente, trailers e food trucks”, diz. O banco financia até R$ 20 mil, que podem ser pagos em três anos. “Já beneficiamos 374 mil empreendedores ao longo de 16 anos.”

http://www.bancodopovo.sp.gov.br/

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*