Bistrot La Renassaince

Bistrot la Renaissance: típico, acolhedor e com boa comida.

Bistrot la Renaissance: típico, acolhedor e com boa comida.

Sabe a história do “atirou naquilo que viu, acertou no que não viu”? Foi mais ou menos assim que descobri o Bistrot La Renassaince.

No primeiro dia de uma viagem a Paris, em setembro, avistei o bistrô na esquina, a 50 metros do apartamento alugado por uma semana para a estadia na capital francesa. Pareceu simpático, estava movimentado, eu estava sozinha. A popular lousinha com o cardápio, colocada à porta, informava que serviam entrecôte com molho bérneaise. Entrei. Sou fã desse molho à base de estragão e gemas de ovos.

Entrecôte com fritas, salada e molho berneaise

Entrecôte com fritas, salada e molho berneaise

Pedi a carne “saignante” e veio exatamente assim: sangrando, vermelhíssima, quase crua. O molho estava bom, nada de outro mundo, mas as batatas vieram sequinhas e a salada, fresca.

Depois voltei lá com minha amiga. Pedimos cordeiro com ervilhas tortas. Uma delícia.

Fui ainda uma terceira vez, no último dia de Paris. E desta vez fiquei ligeiramente decepcionada com a salada de salpicão de frango.

Mas o atendimento foi sempre cordial. Os garçons não se importam com seu francês pobrinho e não te tratam como débil mental (como fazem alguns ao perceber que a pessoa é estrangeira). Tentam falar inglês, explicam os ingredientes.

O cardápio

O cardápio

O ambiente com decoração art déco (dos anos de 1930) tem tudo o que se espera de um bistrô. E não por acaso serviu de cenário a vários filmes, entre eles Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino. Só fiquei sabendo disso depois que já tinha comido lá duas vezes.

Mas badalado ou não, é um bom lugar para comer em Paris. Os preços são razoáveis. Pratos com preço médio ao redor dos 15 euros, taças de vinho a 3 euros. A água, como em todos os franceses, é cortesia. Com 20 euros, uma pessoa come muito bem.

Pela curiosidade, veja a lista dos filmes que tiveram cenas gravadas ali. A maioria sem título em português.

Bastardos Inglórios

Bastardos Inglórios

Le Mouton Enragé (1974), de Michel Deville. Com JL Trintignant, Romy Schneider, JP Cassel e Jane Birkin. Nos EUA, saiu com o título Love at the Top.

Les Ripoux (1984), de Claude Zidi. Com Philippe Noiret e Thierry Lhermitte. Nos EUA, saiu com o título My New Partner.

O Sangue dos Outros (Le Sang des Autres, The Blood of Others, 1984) de Claude Chabrol. Com  Jodie Foster, Michael Ontkean, Lambert Wilson, Sam Neil e Stéphane Audran.

O Sangue dos Outros

O Sangue dos Outros

La Petite Voleuse (1988) de Claude Miller. Com Charlotte Gainsbourg e Didier Bezace.

The Voyager (1991) de Volker Schlöndorff. Com Sam Shepard, Barbara Sukowa e Julie Delpy.

Fanfan (1993) de Alexandre Jardin. Com Sophie Marceau e Vincent Pérez.

Un Monde Presque Paisible (2002) de Claude Miller.

Après Vous (2004) de Pierre Salvadori. Com Daniel Auteuil, José Garcia e Sandrine Kiberlain.

Bastardos Inglórios (Inglourious Bastards, 2009) de Quentin Tarantino. Com Brad Pitt, Mélanie Laurent, Christoph Waltz, Daniel Brühl e Diane Kruger.

 

Na esquina da rua Championnet

Na esquina da rua Championnet

Bistrot La Renaissance. 112 Rue Championnet. Paris. Melhor estação de metrô:  Jules Joffrin

bistrotlarenaissance@free.fr

De Lundi (segunda-feira) a Vendredi  (sexta) abre às 8h.

Samedi (sábado) e Dimanche (domingo) abre às 9h.

Fecha todos os dias às 2h da madrugada.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*