Hambúrguer sem excessos

Cheeseburger Madero FIT: menos calorias e gorduras, em um pão incrível.

Cheeseburger Madero FIT: menos calorias e gorduras, em um pão incrível.

As temperaturas sobem, então é hora do cardápio ficar mais leve. Seja para poder usar biquini na piscina do prédio ou apenas para se sentir mais saudável e bem disposto. Dentro desse espírito, aceitamos o convite do Madero para conhecer o cardápio “FIT”. Com três casas na cidade de São Paulo, o restaurante decidiu oferecer dez receitas com menos calorias e redução de 50% de sal.

Criados pelo chef Junior Durski, a linha de comidas mais saudáveis inclui três versões de cheeseburguer, duas saladas funcionais, um prato à base de peixe (pela  primeira vez no Madero) e uma massa integral, que pode ser combinada com frango ou camarão. Para a sobremesa aparece o mini mousse de doce de leite FIT e o sorvete de framboesa com calda de frutas vermelhas com 0% de gordura e sem lactose.

Experimentei o cheeseburger Madero FIT. Servido no pão integral, leva creme de palmito no lugar da maionese e cheddar light low sal (redução de até 80%). A ideia é ter menos calorias e gorduras do que um cheeseburguer tradicional, além de 50% menos sal no cômputo geral. Pedi o hambúrguer mal passado. É suculento, mas não muito alto. Veio bom: ligeiramente rosado por dentro. Quem prefere a carne realmente vermelha deve enfatizar isso ao garçom, pois caso você não informe sua preferência, virá ao ponto. O pão é algo absolutamente incrível. E não estou exagerando. É o melhor pão integral que já comi na vida. Para o elogio ficar completo, é preciso dizer que nem parece pão integral. Pena que o pão é feito sob encomenda para o Madero. Não dá para comprá-lo separadamente para consumir em casa. E o detalhe que faz toda a diferença é a substituição da maionese pelo  creme de palmito. Funciona para conferir cremosidade e o sabor não fica comprometido pela gordura da maionese (eu particularmente não gosto quando a maionese toma conta). E, claro, é bem menos engordante. Adorei.

Mini mousse: sem açúcar.

Mini mousse: sem açúcar.

Entre os destaques do cardápio FIT está o cheeseburger vegetariano, no qual o hambúrguer é feito de quinoa, aveia, cenoura. É cheiroso e bem feito, mas indicado para veganos radicais. Quem gosta de carne vai achar que algo está faltando no sanduba.

Se quer algo ainda mais leve, peça uma das saladas funcionais: uma leva grão de bico e outra, sementes de soja, girassol, abóbora, chia e linhaça, ambas com o selo SBV Vegano da Sociedade Brasileira Vegetariana.

Caso o dia peça um peixe, há filé de tilápia preparada apenas em um singelo azeite de oliva ou com molho de camarões e tomates. E ainda as massas FIT, à base de trigo integral, servidas com de peito de frango ou camarões.

A sobremesa que pedi foi a mini mousse de doce de leite FIT, na qual o leite integral é substituído pelo desnatado e o açúcar pelo adoçante natural Stevia. Não se nota aquele amargor final, típico dos adoçantes artificiais. Se você não se sente compelido a consumir altas doses de açúcar depois da refeição, ficará satisfeito com o copinho de mousse, de tamanho equivalente a um shot (em torno de 60 ml). Caso prefira algo um pouco maior, pode ir de sorvete de framboesa com calda de frutas vermelhas. Tudo diet e light: 0% de gordura e sem lactose. É lindo, mas desse infelizmente não temos fotos.

Chef Junior Durski: premiado.

Chef Junior Durski: premiado.

Os preços são razoáveis, se considerada a categoria e o conforto do restaurante. Os lanches e pratos custam R$35, em média. Compare. Não é difícil pagar o mesmo por um sanduíche de food truck, onde se come em mesinhas improvisadas ou até em pé, às vezes sob o sol.

As novidades serão servidas em 57 restaurantes da rede Madero. Inaugurado em 2005, no Paraná, recebeu esse nome em razão do negócio da família do chef, no ramo de madeireiras. Em 2009 e 2001 Durski foi eleito Chef do Ano pela revista Veja do Paraná. Hoje com 63 estabelecimentos espalhados pelo Brasil, a rede engloba steakhouses, sports bar, hamburguerias e até um modelo diferente e informal, o Madero Contêiner, montado em Campo Largo (PR). Para 2016, estão previstas inaugurações em Campinas, Porto Alegre, Miami (EUA) e em Sydney, na Austrália.

www.restaurantemadero.com.br

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*