Natal e café

Bolo Red Velvet e pós de café natalinos

Bolo Red Velvet e pós de café natalinos

Quando você digita no Google o nome “Starbucks”, a primeira sugestão dada pelo buscador é que a palavra seja acompanhada de “preços”. Não sou nenhuma expert no sistema de buscas (se fosse, acho que estaria rica), mas imagino que seja o aspecto mais procurado, já que a empresa não é conhecida por praticar preços muito populares. Isso dito, agora vou elogiar: você precisa tirar o chapéu para uma rede de cafeterias que se tornou a maior do mundo, abre lojas em todos os lugares semana sim outra também e consegue manter a qualidade tendo como carro-chefe o café.

Cafés sazonais: R$ 9,50

Cafés sazonais: R$ 9,50

Esta não é uma postagem patrocinada. Não estou ganhando dinheiro para falar bem deles, que fique claro. Apenas gosto do café. E a mim os comentados altos preços não chegam, porque não costumo comprar as bebidas mais incrementadas nem os cafés tipicamente americanos, vendidos naqueles copos grandões. Só tomo mesmo o café expresso, que custa atualmente R$4,90. Na maioria das cafeterias nacionais, o expresso custa o mesmo. Em algumas poucas, de rua, dá para pagar R$ 3,50. Mas em shoppings centers, custam mais de R$5. E o expresso do Starbucks ainda vem com um bolinho de chocolate bem bom. Eu que nem sou tão fã de chocolate, gosto, porque é um bolo fofinho.

Panetones

Panetones

A rede lançou este mês os cafés natalinos e as sobremesas sazonais. O Christmas blend mistura grãos da Ásia e da América Latina. A empresa conta apenas que o toque especial é dado por grãos envelhecidos cultivados em Sumatra. É bem gostoso. Há também o Christmas Blend Expresso Roast, com torra mais escura. Este achei um pouquinho amargo. É para quem gosta de café bem encorpado.

Vendidos em grãos (R$22,90 o pacotinho com 250 gramas), são moídos na hora do jeito que o comprador quiser: para café de coador (moagem mais fina), para expresso ou prensa francesa (aquela que possui um êmbolo que empurra o café).

Entre os cafés vendidos prontos há o cranberry de chocolate branco, que leva café expresso, leite vaporizado, calda de chocolate branco, coberto por chantilly e calda de cranberry; cookie frappuccino, que leva granulados de cookies sobre a bebida, entre outras. Não provei esses. Custam R$ 9,50 cada.

Red Velvet, a saga pela Avenida Paulista

Red Velvet: recheado de cream cheese

Red Velvet: recheado de cream cheese

As comidinhas começam com panetones recheados de caramelo e chocolate trufado. Com 750 gramas, custa R$ 54,90 e com 130 gramas, R$ 19,90. Tem biscoitos de gengibre e mel (R$ 5,90 a unidade) e o bolo Red Velvet (R$ 9,90). Comi o bolo e gostei. Não foi fácil achá-lo, porém. Fui em quatro lojas da Starbucks da região da Avenida Paulista até conseguir achá-lo. Na primeira, disseram que tinha acabado. “Chega de manhã e acaba em instantes”, falou o atendente. Eram duas da tarde. Na segunda loja, a menina disse que eu só encontraria o bolo em São Bernardo do Campo. Na terceira, apenas disseram que não estavam mais recebendo esse bolo. Mas na loja Starbucks do Top Center, ali perto da Gazeta, a vitrine tinha mais de dez pedaços de bolo. Comi só um. Na minha opinião, o cream cheese que recheia o bolo vermelho é um pouquinho exagerado. A proporção entre bolo/recheio poderia ficar melhor com menos. Mas é apenas a minha opinião. O gosto de Red Velvet está lá, com o doce do bolo sendo quebrado pelo ligeiramente azedo do cream cheese no meio. Espero que entre para o cardápio normal.

O café expresso, com bolinho

O café expresso, com bolinho

Depois, tomei meu expresso. Porque preciso da dose matinal e depois do almoço de cafeína para não deixar escapar a ogra ermitã que mora debaixo da minha pele e escapa quando o nível de cafeína cai a níveis muito baixos.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*