Orgânicos, veganos, naturais. Ou só passear no Parque da Água Branca.  

Suco verde clorofila: com couve, brócolis, caqui, limão, gengibre e chia germinada.

Suco verde clorofila: com couve, brócolis, caqui, limão, gengibre e chia germinada.

Visitamos o VI Festival de Gastronomia Orgânica, que começou na sexta-feira (dia 16) e termina neste domingo (18), no Parque da Água Branca. Ali já acontece toda terça a feira de orgânicos, mas agora, além de comprar frutas, hortaliças e legumes produzidos sem uso de agrotóxicos, você pode provar pratos salgados, doces e sucos, conhecer outros produtos e assistir a aulas.

Banaleve: orgânica

Banaleve: orgânica

Com o mote “Gastronomia como o novo paradigma de transformação”, o evento inclui alas como Food Revolution, que ensina crianças a tomar gosto por alimentos naturais, Feira da Mudança, que promove encontros comerciais entre produtores e eventuais interessados em revender os produtos, uma área para discutir o tratamento de resíduos orgânicos, outra com workshops baseados na filosofia Mokiti Okada e a mais gostosa, de venda de comida propriamente dita.

Pão ciabata com azeite

Pão ciabata com azeite

Tem muita coisa lá. Provei algumas, como a banana orgânica chamada “banaleve” e “banalight”, do estante MJ Maciel, vendidas sob a marca Patati Patatá. Não é nanica, maçã ou prata. A variedade dela é Thap Maeo. O produtor fica no local e se empenha em explicar aos visitantes as vantagens da fruta em relação às suas “primas” mais comuns. “A banana não pesa no estômago e você não fica ‘lembrando’ dela o dia inteiro, como acontece com as demais”. Na comparação nutricional a thap ganha também, já que uma banana maçã tem em média 120 calorias, enquanto a banaleve possui 58. É gostosa e realmente leve. Mas o preço ainda é maior do que o das bananas comuns: custa R$7 o pacote com 600 gramas. É vendida na feira de orgânicos do parque às terças-feiras. Pode ser encontrada também em empórios e alguns supermercados.

Suco de beterraba com cenoura e cambuci

Suco de beterraba com cenoura e cambuci

Experimentamos o leite de arroz saborizado com mirtilos. Na verdade, é um extrato de arroz, texturizado com castanhas, que inclui mirtilos (em inglês, blueberry) e gojí berries, frutinha que teria poderes antioxidantes. No estante do produtor Sítio Mantí são vendidas garrafas com um litro por R$14 ou R$12 na versão sem sabor (só extrato de arroz com castanhas). Para consumir no local, o copo com 400 ml custa R$4. Vem ainda nos sabores morango e cacau. Tem a textura de um suco grosso, lembra uma vitamina, mas o sabor é bem diferente do leite. O estante também vende suco vegano nos sabores  mix cidreira; beterraba com cenoura e cambuci; cenoura com limão e cambuci e verde clorofila, suco que leva couve, brócolis, caqui, limão, gengibre e chia germinada. Além da feira no parque da Água Branca às terças, sábados e domingos, o sítio Mantí vende seus produtos aos sábados na feira do Ibirapuera.

Outro estante interessante é da Fazenda da Toca, que está vendendo sucos, geleias, ovos caipiras e outros produtos, tudo orgânico, com descontos em relação aos preços normais praticados nos supermercados. O suco de tangerina de um litro, por exemplo, está saindo por R$13. O ovo caipira orgânico custa R$6 a meia dúzia.

Ovo orgânico: R$ 6 a dúzia

Ovo orgânico: R$ 6 a dúzia

Não provamos, mas parecem gostosos os palmitos da Miolo Real. Não são baratos, porém. O pote de palmito orgânico com 560 gramas está sendo vendido a R$19.

Há muitos outros estandes, de sorvetes a bolos e pães, como os ciabatas de azeite da Magnóllia (R$10 o pacote com dois pães). E ainda roupas com fibras orgânicas a propaganda sobre a usina hidrelétrica de Itaipu, que acabou de conquistar o prêmio Água para a Vida 2015, dado pela ONU.

Neste domingo (18), às 14h, acontece a aula Da Terra ao Prato, com a chef Vivi. Às 15h, tem Sabor sem Glúten, com a nutricionista Maria Tereza Casulli e a culinarista Vilma Ávila Galasso; às 16h, DiscoXepa toca a Ação Slow Food.

Parque da Água Branca vale o passeio

Parque da Água Branca vale o passeio

O dia todo rolam espetáculos de dança. E no final, show de Bibi Cunha. Nem que seja só para passear, vale uma passada.

Festival de Gastronomia Orgânica – Parque Água Branca. Av. Francisco Matarazzo, 455 – Perdizes, São Paulo. Informações sobre o festival pelos telefones (11) 98279-4999, com Leila. E (11) 98936-0753, com Cássia.

www.festgastronomiaorganica.com.br

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*