Peruano autêntico no centro de São Paulo

Ceciche misto do Rinconcito Peruano: o prato mais pedido.

Ceciche misto do Rinconcito Peruano: o prato mais pedido.

Comida boa + preço justo = filas na porta. A fórmula é conhecida. Mas os restaurantes que conseguem fazer durar essa equação são poucos. O Rinconcito Peruano conseguiu. Inaugurado há cinco anos, até 2014 era frequentado apenas por peruanos, bolivianos e outros membros da comunidade andina. De um ano para cá foi descoberto pelos brasileiros, o boca a boca tomou força, começou a sair na imprensa e já ganhou até prêmios de gastronomia, dados pelo caderno Paladar, do jornal O Estado de S. Paulo, e pela revista Veja São Paulo.

Encravado na rua Aurora, região do centro da cidade que tem como vizinhos mais próximos cinemas pornôs, não possui placa na porta nem estacionamento. A melhor opção é chegar de metrô (estação República, das linhas vermelha e amarela). A entrada é feita por uma portinha que dá para uma escadaria estreita, na qual se formam as filas nos finais de semana. Impossível adivinhar que ali funciona um restaurante, apenas ao passar em frente ao número 451. O dono é o ex-camelô Edgar Villar, que viu o movimento crescer e já tem planos de abrir outras casas.

Lomo a lo Pobre: carne, banana, batata, cebola, tomate, arroz e ovo: muito gostoso.

Lomo a lo Pobre: carne, banana, batata, cebola, tomate, arroz e ovo: muito gostoso.

O prato mais vendido é o ceviche misto clássico, que leva peixe branco, camarão, lula, polvo, batata-doce, milho e pimenta. A porção individual custa R$ 33,90. Se for ceviche apenas de pescado (geralmente, tilápia) sai por R$ 27,90. Ambas são bem servidas. Um casal que queira experimentar também outro prato pode pedir e dividir esse ceviche. Funciona bem como uma entrada. O chamado leche de tigre (mistura de limão e temperos), a alma do ceviche, de precisão impressionante. Proporções muito bem calculadas e largamente testadas. Um alerta para os mais sensíveis: a pimenta é pronunciada.

Caso você não seja muito fã de coentro, erva que costuma ser caso de amor ou ódio entre comensais, pode pedir para que seja tirado do preparo. Ainda assim o ceviche se mantém gostoso. Apenas demora um pouco mais para chegar à mesa, já que o ceviche será feito separadamente da produção em larga escala na cozinha.

Para prato quente a dica é o Lomo Saltado a Lo Pobre. Leva carne (coxão mole), batatas, cebolas, tomates e bananas fritas, arroz e um ovo sobre tudo. É um prato feito suculento e muito gostoso. Custa hoje R$ 21,90. Alimenta uma pessoa com muita fome ou complementa a refeição para duas, quando ambas já comeram o ceviche.

Rinconcito Peruano: 100 lugares.

Rinconcito Peruano: 100 lugares.

A decoração é temática, com ponchos e quadros de cenas típicas; os garçons são todos peruanos. O objetivo é fazer o cliente se sentir de verdade no Peru.

Para beber, há refrigerantes (R$5), cervejas (R$6) e drinques de preços variados. Quando disponível, também Inca Cola, sem preço no cardápio.

Se aprecia, pode pedir para sobremesa a porção de mini alfajores, que sai a R$6.

Na última semana, a conta para duas pessoas, pedindo ceviche de pescado e lomo a lo pobre, um refrigerante e uma cerveja, ficou em R$61. O serviço não vem incluído na conta e o garçom pede que, se você gostou do trabalho dele, que deixe a gorjeta em dinheiro na mesa. Fomos bem atendidos. Assim, o total ficou em R$67. Valor bem razoável a pagar por uma comida autêntica, principalmente nestes tempos de São Paulo tão cara.

Prêmios do Rinconcito Peruano

Prêmios do Rinconcito Peruano


Rinconcito Peruano

Rua Aurora, 451, Tel.: (11) 3361-2400

Abre todos os dias ao meio-dia. Na segunda, fecha às 17h. De terça a sábado, vai até 23h. E no domingo, até 21h.

Aceita cartões de débito e crédito das bandeiras Visa e Mastercard.

Capacidade: 100 lugares.

https://www.facebook.com/rinconcitoperuanooficial?rf=247753371960354

 

 

3 Comments

  1. airton Gontow says:

    Muito boa a matéria. Com dicas, preços. Opinativa e informativa, no equilíbrio certo. Já está na minha “fila” de casas para conhecer. Ops….essas filas….

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*