Sem Sinatra, mas com comida boa.

Berinjela defumada com amamissô e camarões. Repare que no nome do prato as berinjelas vêm primeiro.

Berinjela defumada com amamissô e camarões. Repare que no nome do prato as berinjelas vêm primeiro.

O hotel Maksoud Plaza já foi o mais chique de São Paulo. Ninguém menos do que Frank Sinatra se hospedou ali quando esteve na cidade, em 1981. O cantor se apresentou no auditório do Maksoud, que à época recebia grandes artistas. A visita memorável levou o hotel a batizar seu bar de Frank Bar, em homenagem a Sinatra. Depois de passar meio sem brilho pelos 1990 e começo dos 2000, quando as celebridades passaram a se hospedar em outros hotéis como o Hyatt e a Renaissance, o Maksoud investiu em reformas e agora quer tornar mais conhecido seu restaurante, o 150 Maksoud.

Carpaccio de rosbife de contrafilé.

Carpaccio de rosbife de contrafilé.

Antes abrigo de boêmios que procuravam um lugar para comer na madrugada, o restaurante ressurge sob o comando de Juca Duarte, de 31 anos, jovem chef vindo do Clos (antigo Clos de Tapas). O menu criado por ele segue a linha gastronômica contemporânea, que é cozinhar com produtos da estação. A prática possibilita oferecer comida mais fresca e mais barata.

Juca Duarte

Juca Duarte

Não que tudo seja baratíssimo, mas em comparação com alguns restaurantes paulistanos, os preços estão razoáveis. “Tentamos eliminar luxos desnecessários e concentrar o foco na qualidade”, resume o gerente Otavio Golin.

O couvert, composto de patê de fígado de galinha caipira, manteiga clarificada, caponata de berinjela e pães feitos na casa, custa R$ 12 por pessoa.

Se preferir, pule o couvert e vá direto à entrada. Alguns exemplos:  o carpaccio de rosbife de contrafilé, com molho de mostarda à l’ancienne, picles de rabanete, agrião e castanha do Pará (R$ 39) ou a magnífica berinjela defumada com amamissô e camarões (R$ 49). O gosto de fogo algo adocicado impregnado na berinjela combina direitinho com o salgado do missô. E os camarões são servidos no ponto certo, firmes, levemente grelhados.

Tiradito de salmão com melancia defumada

Tiradito de salmão com melancia defumada

Em um dia quente, pode ir bem o tiradito de salmão com melancia defumada e crocante de paleta ibérica (R$ 39), que está listado sob o título ceviches, mas pode funcionar como entrada. A melancia vem em lâminas fininhas, muito delicadas.

Entre os pratos principais, recomendamos o arroz de pato à portuguesa (R$ 89). E o polvo cozido à baixa temperatura, servido com purê de castanha do Pará, molho de pequi e folhas de coentro (R$ 87). Esses preços não são tão convidativos, é verdade. Mas posso garantir que os pratos são muito gostosos. Mesmo não sendo a maior fã de coentro, o polvo vale a ida até lá.

Citamos alguns sabores provados pelo Menu da Lú, em sistema de menu-degustação. Para quem quiser experimentar um pouco de tudo, essa é uma alternativa. Composto de seis pratos, sai a R$ 192 por pessoa.

Polvo cozido à baixa temperatura, purê de castanha do Pará, molho de pequi e coentro

Polvo cozido à baixa temperatura, purê de castanha do Pará, molho de pequi e coentro

O Maksoud 150 continua sendo um restaurante de hotel e, como tal, acertadamente mantém no cardápio clássicos como filé com fritas (R$ 69), canja de galinha (R$ 30), massas, risotos e sanduíches (a partir de R$ 27) já que recebe viajantes que às vezes preferem comer algo confortável e conhecido.

Arroz de pato à portuguesa

Arroz de pato à portuguesa

O restaurante serve café da manhã, almoço em sistema de bufê e jantar à la carte. Aos sábados, tem feijoada.

Para quem aprecia vinhos, vale mencionar a carta de vinhos elaborada pelo novo sommerlier da casa, o croata Niko Dukan. Ele concentra a escolha nos rótulos orgânicos e biodinâmicos e incluiu alguns vinhos brasileiros realmente bons, alguns ilustres desconhecidos da maioria das pessoas, como o Élèphant Rouge, da vinícola Larentis, de Bento Gonçalves, cuja garrafa sai por R$ 95.

Maksoud Plaza: o átrio interno.

Maksoud Plaza: o átrio interno.

Você não vai encontrar Frank Sinatra nem Paul McCartney no lobby do hotel. Talvez encontre Wesley Safadão. Mas a garantia é que vai comer muito bem.

www.maksoud.com.br

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*